• +55 034 3261-3606
  • coperciclaitba@hotmail.com

Histórico

A coleta seletiva no município de Ituiutaba iniciou com um projeto piloto em alguns bairros (Progresso, Gardênia, Ipiranga, Universitário), em função da infraestrutura e pessoal inicialmente envolvido. Este trabalho foi realizado dentro do Programa Ituiutaba Recicla, coordenado pela Superintendência de Água e Esgoto (SAE) e o apoio da Prefeitura de Ituiutaba, resultando na criação da Unidade de Coleta Seletiva em 2001.

Para a realização da coleta seletiva, as pessoas que faziam a coleta de resíduos sólidos recicláveis no “lixão” foram mobilizadas para participar da Coleta Seletiva, com condições mais dignas de trabalho e melhoria de renda.

A Cooperativa de Reciclagem de Ituiutaba (Copercicla) foi criada em 19 de Outubro de 2003, por meio da mobilização de 22 catadores, com o apoio da Superintendência de Água e Esgoto (SAE) e da Prefeitura de Ituiutaba, com os valores e princípios do Cooperativismo, com o objetivo de realizar a coleta seletiva dos resíduos sólidos na cidade de Ituiutaba.

Em 2004 a Copercicla ampliou a coleta seletiva para 100% dos bairros da cidade, promovendo a redução de material a ser destinado ao “lixão” (fechado em 2004) e depois ao aterro sanitário, que entrou em operação em 2005. A Copercicla adotou o sistema de coleta seletiva de porta em porta. Para despertar a atenção das pessoas foram instalados sinos nos caminhões, identificando a passagem dos veículos nas ruas, tornando uma característica marcante e referência da coleta seletiva.

No inicio do projeto a Copercicla recebeu apoio logístico, treinamento e subsídio financeiro. Ao iniciar e ampliar suas atividades, todas as etapas da coleta eram executadas manualmente - das ruas ao carregamento dos caminhões de material prensado – sem a ajuda de equipamentos que aliviasse o desconforto gerado pelo volume, peso e manuseio.

No decorrer destes 10 anos, a Copercicla obteve melhoria de infraestrutura, aumento de pessoal e renda. Os equipamentos adquiridos neste período proporcionaram maior eficiência e melhores condições de trabalho. Estas melhorias contribuíram para a valorização e reconhecimento da atividade de coleta seletiva e dos cooperados. O apoio da comunidade e a doação de empresas ampliou a quantidade de material; parcerias institucionais contribuíram com conhecimento e melhoria de infraestrutura; e, a subvenção do município para manutenção da atividade.

Com o início do Programa Bolsa Reciclagem, do governo estadual, no terceiro trimestre de 2012, houve uma melhoria significativa na renda dos cooperados, promovendo maior estímulo aos mesmos para sua fixação na atividade de coleta seletiva.